Sábado, 20 de Julho de 2024
15°C 29°C
Fátima do Sul, MS
Publicidade

Vigilância Sanitária de Fátima do Sul promove palestras em Escolas Estaduais para combater o uso de cigarros eletrônicos

A iniciativa, voltada para a educação sanitária preventiva, teve como foco a conscientização sobre os perigos dos cigarros eletrônicos e a forma como o marketing da indústria tabagista atrai os jovens para o seu uso.

02/07/2024 às 11h29
Por: Luiz Fernandes
Compartilhe:
Vigilância Sanitária de Fátima do Sul promove palestras em Escolas Estaduais para combater o uso de cigarros eletrônicos

Em comemoração ao Dia Internacional sem Tabaco, celebrado em 31 de maio, a Vigilância Sanitária de Fátima do Sul organizou uma série de palestras entre os dias 29 de maio e 7 de junho nas escolas da rede estadual de ensino do município. A iniciativa, voltada para a educação sanitária preventiva, teve como foco a conscientização sobre os perigos dos cigarros eletrônicos e a forma como o marketing da indústria tabagista atrai os jovens para o seu uso.

O público-alvo das palestras foram os estudantes da 5ª série do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, faixa etária que apresenta maior consumo desses produtos. Nos últimos anos, o aumento do uso de cigarros eletrônicos entre os jovens tem gerado preocupação entre profissionais de saúde e autoridades reguladoras, que alertam para os riscos significativos à saúde associados ao uso desses dispositivos.

Continua após a publicidade
Anúncio

Conhecidos como “vapes” ou “pods”, esses dispositivos eletrônicos simulam o ato de fumar ao aquecer um líquido (e-líquido ou e-juice) que geralmente contém nicotina, propilenoglicol, glicerina vegetal e aromatizantes. O aquecimento produz um vapor que é inalado pelo usuário. Durante as palestras, foram apresentados dados históricos sobre o uso desses dispositivos entre jovens, destacando-se o potencial dos cigarros eletrônicos de se tornarem um hábito comum, devido aos seus aromas e sabores atrativos, diferentes dos cigarros convencionais.

Além dos riscos à saúde, a Vigilância Sanitária Municipal enfatizou que a fabricação, importação, comercialização, distribuição, armazenamento, transporte e propaganda de todos os dispositivos eletrônicos para fumar são proibidos conforme a RDC nº 855 de 23/04/2024 da ANVISA.

Continua após a publicidade
Anúncio

Para aqueles que desejam parar de fumar, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito desde 2002. Os interessados devem procurar seu posto de saúde, onde serão orientados e encaminhados para tratamento por uma equipe multidisciplinar.

A ação da Vigilância Sanitária de Fátima do Sul reflete um esforço contínuo para educar os jovens sobre os perigos do tabagismo e proteger a saúde pública, especialmente em um contexto onde o uso de cigarros eletrônicos se mostra cada vez mais prevalente entre as novas gerações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias