Sábado, 20 de Julho de 2024
15°C 29°C
Fátima do Sul, MS
Publicidade

Após assaltar taxista, criminoso tenta matar PM com golpes de facão e morre baleado

Diego lhe perguntou quanto custaria uma corrida de Ivinhema até Juti, sendo ele informado o valor de R$ 500.

28/06/2024 às 12h27
Por: Redação Fonte:  Luiz Guilherme e Sidnei Bronka
Compartilhe:
Diego Penha Cardoso, de 28 anos, morreu no hospital, segundo a Polícia Militar; Foto: Reprodução
Diego Penha Cardoso, de 28 anos, morreu no hospital, segundo a Polícia Militar; Foto: Reprodução

Criminoso identificado como Diego Penha Cardoso, de 28 anos, morreu nessa quinta-feira (27/6), em confronto com a PM (Polícia Militar), após assaltar um taxista e tentar matar os agentes com golpes de facão, no município de Juti.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela vítima na Delegacia de PC (Polícia Civil) daquela cidade, por volta das 13h de ontem, Diego lhe perguntou quanto custaria uma corrida de Ivinhema até Juti, sendo ele informado o valor de R$ 500.

Continua após a publicidade
Anúncio

Com uma mochila pequena, o serviço foi contratado e durante o trajeto, o autor consumiu bebida alcoólica, fumou vários cigarros e ainda colocou som alto no carro.

Ao chegar em Juti, Diego mandou o trabalhador dirigir por uma estrada vicinal e entrar no meio do matagal e parar, momento em que com um facão anunciou o assalto e a vítima começou a implorar: “não me mata não, não me mata não”.

Continua após a publicidade
Anúncio

O homem pediu a chave do veículo e pegou a carteira com aproximadamente R$ 300. A vítima correu pela estrada em busca de ajuda e o autor atrás, já que não conseguiu ligar o veículo devido um sistema de segurança. Assim que o criminoso alcançou o taxista, passou pelo local um motociclista que estranhou a situação e questionou o que estava acontecendo.

Diego, com o objetivo de despistar, alegou que estavam naquele local “só fumando uma pedra”, mas a vítima pediu para que ele não a deixasse sozinha, e conseguiu escapar do ladrão, montando na moto e indo até a Polícia Civil, onde registrou o boletim de ocorrência e reconhecer o homem por meio de foto.

Uma equipe policial foi até o local onde o carro estava, porém, não foi encontrado ninguém, apenas os pertences de Diego e um alvará de soltura. Foi solicitado apoio da Polícia Militar para encontrar o ladrão, que ao ser localizado, investiu contra os agentes com um facão, e acabou baleado. Ele chegou a ser socorrido até o Hospital de Juti, porém, não resistiu.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias